domingo, fevereiro 27, 2011

Talvez...


Combinamos assim: não  envolva comigo e não me envolvo com você
Não pergunte meu signo, nem o significado da minha tatuagem e não perguntarei se sua vida tem sentido ou se há marcas invisíveis em você.
Só me abrace desse jeito íntimo, aceitando o desconhecido e como desconheço você, devolverei o abraço sem julgamentos.
Não espere muito! 
Infelizmente para você... Felizmente para mim... Ou o inverso. Talvez, infelizmente para os dois, talvez, felizmente para as duas almas... Mas não espere mais que um lábio sedento e intenso nos seus lábios.
Sou leviana o bastante para ignorar seu nome, mas não o suficiente para entregar-me ao desconhecido.
Combinamos assim: beijo seus lábios anônimos e mantenho-me oculta.
Já experimentei demais a seriedade e mesmo assim vivia estourando a balança pesando minha consciência... Uma consciência cheia de ações tímidas e tolhidas.
No momento, permito-me gostar desse desconhecido e do seu estranho cheiro familiar.

Danielle Faria.

13 comentários:

  1. E se eu disser que me vi no texto já é o suficiente?

    Bj

    ResponderExcluir
  2. Tenho me permitido a tudo isso...a encontrar o desconhecido..não sei se no outro ou em mim mesma..adorei seu texto!!!!faço minhas tb as palavras postadas por Nathanne...tb me vi nele!

    ResponderExcluir
  3. Ao ler seu texto,me veio quase que automático a palavra liberdade, liberdade de sentir, de buscar, de fazer tudo e não fazer nada, simplesmente assim, sem escolhas ou arrependimentos, só sentir, apalpar, quase que tocar o mais puro prazer de ser nós mesmos buscando o infinito.

    ResponderExcluir
  4. Sempre me emociono ao ler seus escritos. Você tem uma especial suavidade em traduzir afetos, e dores humanas... Portanto, faço-lhe um pedido: jamais deixe de escrever.Bjs, querida Dani!

    ResponderExcluir
  5. Minha querida,

    Sempre faço um passeio por este "Caleidoscópio".
    Seja feliz!

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani!! Obrigada pelo apoio ao meu blog ! rs O seu já conhecia e dava uma espiada tbm rsrs Bjos

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Dani, vc escreve mt bem!!!
    Sempre passo por aki, e cada vez mais encantado. Vc escreve com a alma!!!
    Bjs...

    ResponderExcluir
  8. Dênio --> Facebook3 de abril de 2011 08:37

    Adorei seu texto, TALVEZ eu me identifique com o contexto. To precisando experimentar coisas novas. Parabéns e vlw!!!

    ResponderExcluir
  9. Daniele, excelente o percurso que faz nesse texto!! Que bom perceber que não está presa nas amarras do que é socialmente aceito, eu tb, somente há pouco tempo comecei a levantar tais questões, lutando constantemente para perceber se o que faço é por mim, ou para agradar aos outros.
    Grande bjo
    Mariana

    ResponderExcluir
  10. Nossa! Esse é o tipo de texto que se materizaliza no cerne de nossas almas.

    ResponderExcluir
  11. MA-RA-VI-LHO-SO! Mais uma vez bato palmas para esse canto da alma e do coração. Parabéns. Espetacular como sempre!

    ResponderExcluir
  12. Flor,

    sem palvras... Lindo! Perfeito!
    Escreva Escreva Escreva sempre...
    Bjs

    ResponderExcluir