quinta-feira, maio 19, 2011

Sentindo a vida...


Gosto de sentir o cheiro da grama, da terra molhada e do orvalho fresco que se aquece com os primeiros raios do sol.
Escutar o vento garboso que agita as fileiras das árvores de eucalipto e apreciar os movimentos das folhas assobiantes.
Sentir o vento em meu rosto enquanto ando a cavalo... Parece que a liberdade tem tato e me toca!
Gosto de mergulhar meus pés na água do rio raso e ligeiro. A areia brinca com meus dedos e foge em disparada seguindo o seu curso.

Sinto uma completude difícil de descrever...Gosto de sentir a vida pulsar. E como isso me faz bem!

Danielle Faria.

4 comentários:

  1. Que delícia desses versos! Me entreguei às suas palavras e rejuveneci 30 anos...rsrs (e olha que só tenho 26...)! Perfeito como tudo o q faz Dani...

    ResponderExcluir
  2. Nathanne Ciriaco19 de maio de 2011 20:24

    Ah que lindo! Coisas tão simples e tão desvalorizadas. O melhor da vida é de graça e a gente ainda nem se deu conta. rs

    ResponderExcluir
  3. Ao ler, parece que tenho as sensações descritas: o vento em meu rosto, a areia escapando de minhas mãos, e até mesmo o cheiro que a bela paisagem oferece!!!!! Lembro de uma época em que morava perto da praia e andava de bicicleta toda manhã, a sensação do vento em meu rosto me trazia exatamente esse pensamento: "liberdade". Parabéns pela sensibilidade com que escreve, sabe que sou fã de seus textos!!! \o/
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  4. Perfeito!!!!!


    Você interagiu perfeitamente a vida nas tuas palavras!
    E quando escreveu: "Parece que a liberdade tem tato e me toca!" Eu me derreti em sensibilidade!!!
    Adorei!!!
    Abraços,
    Rose

    ResponderExcluir